“O Sebrae Rio está machucado com problemas de governança nos últimos anos e espero pacificar a relação com o CDE, mantendo um ambiente de harmonia e colaboração”, diz o novo diretor-superintendente do Sebrae-RJ, Antonio Alvarenga, que também preside a SNA. Foto: Raul Moreira/Arquivo SNA

O presidente da Sociedade Nacional de Agricultura (SNA), Antonio Melo Alvarenga Neto, assumiu no dia 20 de fevereiro como diretor-superintendente da unidade do Rio de Janeiro do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), após ser eleito por unanimidade pelo Conselho Deliberativo Estadual (CDE). Ele comandará a instituição no quadriênio 2019-2022.

Durante seu discurso de posse, Alvarenga garantiu que vai trabalhar em conjunto com a presidência do CDE, destacando que é o Conselho quem traça as diretrizes do Sebreae.

“O Sebrae Rio está machucado com problemas de governança nos últimos anos e espero pacificar a relação com o CDE, mantendo um ambiente de harmonia e colaboração”, disse o executivo.

Presidente do Conselho Deliberativo Estadual, Antonio Florencio Queiroz Junior parabenizou o novo diretor-superintendente do Sebrae Rio, reforçando a expectativa de trabalho colaborativo.

Sistema S

Ele também ressaltou que será necessário reduzir custos do Sistema S, expressão atribuída ao conjunto de nove instituições de interesse de categorias profissionais, estabelecidas pela Constituição brasileira.

São elas, além do próprio Sebrae: Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (Senar), Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac), Serviço Social do Comércio (Sesc), Serviço Nacional de Aprendizagem do Cooperativismo (Sescoop), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Social do Transporte (Sest), Serviço Nacional de Aprendizagem do Transporte (Senat).

Eficiência e austeridade

“O ajuste fiscal é urgente e o Sistema S será chamado a colaborar. Meu lema é eficiência, austeridade e colaboração com todos os conselheiros. É uma missão que aceito com muito prazer”, discursou Alvarenga.

Além de presidente da SNA, instituição sem fins lucrativos que atua no segmento do agronegócio no Brasil desde 1897, Alvarenga é administrador formado pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) e vice-presidente da Associação Comercial do Rio de Janeiro (ACRJ).

Também é membro do Conselho Superior de Agronegócios da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp) e dos seguintes Conselhos da Federação das Indústrias do Estado do Rio de Janeiro (Firjan): Conselho Empresarial de Gestão Estratégica para Competitividade, Fórum Empresarial da Agroindústria e Conselho Empresarial de Energia Elétrica.

Ainda é integrante do Conselho das Entidades do Setor Agropecuário e de diversas Câmaras Setoriais e Temáticas do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa).

Apoio do governo estadual

Representando o governo do Estado do Rio de Janeiro, durante cerimônia de nomeação do novo diretor-superintendente do Sebrae Rio, o secretário de Desenvolvimento Econômico e Geração de Emprego e Renda, Lucas Tristão, e o secretário da Casa Civil e Governança, José Luiz Cardoso Zamith, ressaltaram a confiança no trabalho a ser desenvolvido na instituição e por Alvarenga.

Na ocasião, eles também garantiram apoio no fomento ao empreendedorismo como estratégia de recuperação da economia do Estado do Rio de Janeiro, que ainda passa por uma grave crise econômica.

Fontes: A Lavoura e Sebrae Rio